loto-facil

DICAS, ESTUDOS, PALPITES E MACETES SOBRE A LOTO FÁCIL. & LOTERIAS EM GERAL!!!


    Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Compartilhe

    Ganhado

    Mensagens : 631
    Data de inscrição : 12/05/2012

    Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por Ganhado em Qui Mar 27, 2014 8:45 am

    Será mesmo que esses padrões que já conhecemos como: 9 dezenas repetidas do concurso anterior, 7 dezenas pares, são mesmo padrões encontrado pelos resultados já sorteados ?

    Vou posta um texto que postei em meu blog, e veremos a opinião de vocês..

    Bom, são muitas as perguntas, e são muitas as respostas, pois a opiniões e diferente entre algumas pessoas.
    Porem posso dizer que não, os padrões que citei acima não e padrões encontrado por resultados já sorteados, se queremos descobri padrões estude o futuro e vai descobri todos os padrões da Lotofácil antes mesmo dos resultados serem sorteados. Esquecemos o passado e focamos no futuro.

    Sabemos que na Lotofácil são 25 dezenas, sendo 13 Ímpares e 12 pares. Onde são sorteadas 15 dezenas entre as 25 dezenas.
    Nó total existem 3.268.760 de combinações possíveis de 15 dezenas entre as 25 dezenas.
    Com isso temos um limite de combinações possíveis, sabendo que são exatamente 3.268.760 nem mais ou menos do que essa quantidade. Onde essas mesmas combinações já podem ser geradas a ponto de saber exatamente quais seriam elas.
    Todos os padrões possíveis estão dentro das 3.268.760 combinações. Onde eles já estão estabelecidos, somente esperando os resultados serem sorteados para irem aparecendo.

    Vamos fazer o seguinte, Se voltarmos ao tempo, exatamente no dia 29/09/2013 quando foi sorteado o primeiro resultado da Lotofácil, e aplicarmos esse conceito antes mesmo do primeiro resultados ser sorteado. Bom até então eu não saberia quais seriam os padrões mais comum entre os resultados, onde só com o passar do tempo que eu perceberia que teria uma media entre:
    7 a 9 dezenas repetidas do concurso anterior
    7 a 8 dezenas pares.
    Vamos usar como base somente esses, os que estão com uma media maior.

    Bom se antes disso tudo eu aplicasse uma analise dentro de todos os resultados possíveis eu teria uma base como essa.
    Se são 25 dezenas e são sorteadas 15 dezenas, restando 10 dezenas ausentes, logo a menor repetição de dezenas de um concurso para o outro seria :

    05 dezenas do resultado anterior x 10 ausente = 15/5 = 3003 x 10 fixas = 3003 jogos
    06 dezenas do resultado anterior x 09 ausente = 15/6 = 5005 x 10 = 50.050 jogos
    07 dezenas do resultado anterior x 08 ausente = 15/7 = 6435 x 45 = 289.575 jogos
    08 dezenas do resultado anterior x 07 ausente = 15/8 = 6435 x 120 = 772.200 jogos
    09 dezenas do resultado anterior x 06 ausente = 15/9 = 5005 x 210 = 1.510.050 jogos
    10 dezenas do resultado anterior x 05 ausente = 15/10 = 3003 x 252= 756.756 jogos

    11 dezenas do resultado anterior x 04 ausente = 15/11 = 1365 x 210 = 286.650 jogos
    12 dezenas do resultado anterior x 03 ausente = 15/12 = 455 x 120 = 54.600 jogos
    13 dezenas do resultado anterior x 02 ausente = 15/13 = 105 x 45 = 4.725 jogos
    14 dezenas do resultado anterior x 01 ausente = 15/14 = 15 x 10 = 150 jogos
    15 dezenas do resultado anterior x 00 ausente = 15/15 = 1 x 0 = 1 jogo

    Logo você teria esse resultado acima, onde você pode observa que se pegarmos apenas as 4 repetições com maior quantidade de jogos veremos que são 7,8,9 e 10 dezenas repetidas do concurso anterior. Juntas cobrem 2.869.581 jogos entre os 3.268.760
    A principal seria 9 repetidas, pois contém 1.510.050 jogos para essa repetição.

    Logicamente o grupo que contém maior quantidade de jogos terá maior aparição. Ou seja teria como prever antes do inicio da Lotofácil que a media de repetição de dezenas de um concurso para o outro ficaria entre 7 a 10 dezenas nas maiorias das vezes. Principalmente  8,9 e 10 dezenas.

    O mesmo se aplica as dezenas pares x ímpares.
    Ou seja meus amigos, todos os padrões que procuramos está dentro das 3.268.760 combinações, então para que se basear em resultados anteriores sendo que podemos acha tudo no resultados futuros.

    Peso desculpa a todos se encontrarem algum erro de texto ou números no post, pois fiz meio que na correria.

    Guilhermegsp

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 27/03/2014

    Re: Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por Guilhermegsp em Qui Mar 27, 2014 9:01 am

    Lucas,

    Sem histórico é difícil ter embasamento para sabermos o que vem pela frente. Veja se você quer saber como será a tecnologia daqui a 10 anos, você precisa saber da onde viemos, quanto tempo levamos e onde estamos. Aí você terá alguma chance de saber como será mais ou menos lá na frente.

    Com relação a repetição de dezenas entenda o seguinte: se você usa um filtro de 7 a 10, você terá uma gama maior de combinações que deverá apostar, se diminuir o tamanho do filtro diminui as combinações obviamente, aí vai do risco x $$$ que deseja correr... e sinceramente quando você utiliza uma série de filtros combinados você começa a ver diversos padrões de repetição, no qual você pode aplicar e tentar a SORTE, sempre a SORTE... pode errar na primeira, na segunda, na terceira, mas na quarta a chance é grande de ter acertos, talvez não os 15 tão sonhados, mas beliscar um 14.

    Eu em particular se achar um formato que eu consiga de tempo em tempo apostar por exemplo: R$30,00 e ganhar R$60,00 - R$50,00 - R$40,00 por exemplo somando as de 11, 12 e 13 já acho interessante... sempre buscando a sorte dos 15 é claro rsrsrs

    Uma coisa que esqueci de comentar e somando ao que disse, outro dia vieram me falar o seguinte: que a chance matemática de sair uma sequencia sorteada no qual o final dela seja o numero 15 é a mesma que se terminar com 25 por exemplo. Agora pensem: das 3 milhões apenas uma combinação termina em 15, você vai arriscar nela? as estatísticas tendem a te mostrar quais combinações dos filtros que deseja usar tem mais opções dentro das 3 milhoes.. por exemplo em um estudo de cantos: canto1-> 2 a 3 aí você percebe que quando sai 2 a 3, o canto2 -> sai 1 a 2 e assim por diante, é bacana ter vários estudos para tentar achar os melhores padrões de repetição, porém é bem trabalhoso ficar cruzando essas informações por sinal rsrs

    Ganhado

    Mensagens : 631
    Data de inscrição : 12/05/2012

    Re: Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por Ganhado em Qui Mar 27, 2014 9:43 am

    Guilhermegsp escreveu:Lucas,

    Sem histórico é difícil ter embasamento para sabermos o que vem pela frente. Veja se você quer saber como será a tecnologia daqui a 10 anos, você precisa saber da onde viemos, quanto tempo levamos e onde estamos. Aí você terá alguma chance de saber como será mais ou menos lá na frente.

    Com relação a repetição de dezenas entenda o seguinte: se você usa um filtro de 7 a 10, você terá uma gama maior de combinações que deverá apostar, se diminuir o tamanho do filtro diminui as combinações obviamente, aí vai do risco x $$$ que deseja correr... e sinceramente quando você utiliza uma série de filtros combinados você começa a ver diversos padrões de repetição, no qual você pode aplicar e tentar a SORTE, sempre a SORTE... pode errar na primeira, na segunda, na terceira, mas na quarta a chance é grande de ter acertos, talvez não os 15 tão sonhados, mas beliscar um 14.

    Eu em particular se achar um formato que eu consiga de tempo em tempo apostar por exemplo: R$30,00 e ganhar R$60,00 - R$50,00 - R$40,00 por exemplo somando as de 11, 12 e 13 já acho interessante... sempre buscando a sorte dos 15 é claro rsrsrs

    Uma coisa que esqueci de comentar e somando ao que disse, outro dia vieram me falar o seguinte: que a chance matemática de sair uma sequencia sorteada no qual o final dela seja o numero 15 é a mesma que se terminar com 25 por exemplo. Agora pensem: das 3 milhões apenas uma combinação termina em 15, você vai arriscar nela? as estatísticas tendem a te mostrar quais combinações dos filtros que deseja usar tem mais opções dentro das 3 milhoes.. por exemplo em um estudo de cantos: canto1-> 2 a 3 aí você percebe que quando sai 2 a 3, o canto2 -> sai 1 a 2 e assim por diante, é bacana ter vários estudos para tentar achar os melhores padrões de repetição, porém é bem trabalhoso ficar cruzando essas informações por sinal rsrs

    concordo com vc em algumas partes em principal
    Uma coisa que esqueci de comentar e somando ao que disse, outro dia vieram me falar o seguinte: que a chance matemática de sair uma sequencia sorteada no qual o final dela seja o numero 15 é a mesma que se terminar com 25 por exemplo. Agora pensem: das 3 milhões apenas uma combinação termina em 15, você vai arriscar nela? as estatísticas tendem a te mostrar quais combinações dos filtros que deseja usar tem mais opções dentro das 3 milhoes..
    Concordo, existem jogos com melhores chances de serem sorteados, já postei isso em um outro tópico, onde outro usuário disse que as chances são as mesma, porem em meu ponto de vista não é.

    Porem sobre o que postei acredito que seja totalmente diferente da questão que vc citou :
    Veja se você quer saber como será a tecnologia daqui a 10 anos, você precisa saber da onde viemos, quanto tempo levamos e onde estamos. Aí você terá alguma chance de saber como será mais ou menos lá na frente.

    Pois na Lotofácil já temos estabelecido os jogos para fazer a analise.
    Caso ela não tivesse uma quantidade exata de jogos, como se fosse algo infinito ai sim não se poderia estabelecer um estudo antes que fosse sorteado os resultados.
    Porem já temos um grupo exato para trabalha, onde ele será sempre o mesmo, não vai diminuir ou aumenta nenhum jogo.

    Para que espera os resultados serem sorteados para acha padrões, sendo que os mesmo estão ali dentro das 3.268.760 combinações.
    Esperando os resultados ou não, não vai  muda em nada os padrões, serão sempre os mesmo.
    Estão todos dentro dos dados acima.

    Reveja para vc ver, se pegarmos a repetição de 9 dz do concurso anterior, onde existem 1.510.050 jogos dentro dessa repetição para cada resulta sorteado, ou seja a cada resultado sorteado existem 1.510.050 jogos com 9 repetidas a ele .

    Porem e como eu disse, isso fará vc prever quais os possíveis padrões que devem ter maior aparição.
    Porem vc saber que 8,9,10 dezenas terá maior aparição e aposta ele hoje não quer dizer que esse padrão será sorteado hoje.
    Ele terá uma maior aparição, isso se pode observa entre os resultados já sorteados, que apenas prova a análise acima.

    vamos que vamos...



    Conspiration

    Mensagens : 109
    Data de inscrição : 07/02/2009
    Localização : Córdoba-ARG

    Re: Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por Conspiration em Sex Mar 28, 2014 6:10 am

    Então, se todos as combinações já estão defenidas, temos que admitir que qualquer combinação é possível de sair, como as comentadas do 1 ao 15, e do 11 ao 25.
    Aqui vale referenciar  o texto do Marco Merlin: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    " De fato, é muito provável que o sorteio da loteria contemple uma combinação de números aleatórios, MAS, ao apostar em uma linda e caótica combinação de números aleatórios, sua chance de se tornar um milionário não será nem um pouco maior do que a de quem resolve apostar na petulante combinação de números em sequência.

    Nesse momento, tochas são acendidas e gritos de ordem ecoam na praça: “Heresia! Blasfêmia matemática! Todo mundo sabe que é muito mais provável ganhar com uma combinação de números aleatórios!”

    Não é?

    Não, não é. Desculpe. Se você tivesse jogado 1, 2, 3, 4, 5, 6 a sua vida inteira, teria tido a mesma chance de ganhar.

    Como assim? Vamos lá.

    Imagine um globo daqueles de bingo onde caibam 60 bolas, como na imagem abaixo. Qual é a chance de que seja sorteada qualquer uma das 60 bolas? Uma chance em sessenta, ou 1 em 60. Se você apostar sempre no número 36, por exemplo, será o vencedor a cada mais ou menos 60 sorteios.

    bingo1

    Agora imagine que nós retiremos de dentro do globo todos os números pares, com exceção do 2, formando uma situação como a da imagem abaixo. Teremos, então, 31 bolas dentro do globo de bingo: todos os 30 números ímpares de 1 a 59, mais o número 2 como único representante dos pares. Qual é a chance de ser sorteada qualquer uma das bolas do globo? Uma chance em 31, qualquer que seja a bola.

    bingo2

    Eu então pergunto: escolha um número nesse globo para apostar seu dinheiro – lembre-se que tiramos todas as bolas pares, com exceção da 2. Qual número você escolheria?

    Nessa hora, o raciocínio típico é o seguinte: há 30 bolas ímpares dentro do globo, e apenas uma par. A chance de sair um número ímpar é de 30 em 31, mas a chance de sair um número par (o número 2) é de apenas 1 em 31. Por isso, tenho mais chances de ganhar se escolher um número ímpar. Certo?

    Não, errado. Sua chance de ganhar escolhendo um número ímpar é exatamente a mesma de ganhar escolhendo o pobre e solitário número 2.

    Perceba que se a pergunta fosse: você aposta que será sorteado um número ímpar ou par?, então você faria muito bem em apostar que será sorteado um número ímpar, qualquer que fosse ele. Afinal, a chance de que saia do globo uma bola ímpar é de 30 em 31, e apenas uma chance em 31 de que saia uma bola par. Mas a pergunta é diferente: você aposta que será sorteado qual número? Estamos falando de apenas um número, independentemente dele ser par ou ímpar. Se você escolhe uma bola ímpar, por exemplo a 43, ela é apenas uma entre as outras 31 bolas, exatamente a mesma situação da bola de número 2. O mesmo raciocínio vale para quaisquer das outras bolas ímpares. A chance para cada uma delas de ser sorteada é, individualmente, a mesma: 1 em 31 – mesmo que elas estejam dentro do grupo que tem mais chances de ser sorteado, ou seja, o grupo dos números ímpares.

    Simples, não? Não importaria se esse globo de bingo tivesse 1.000 números ímpares e apenas um par: estatisticamente, a chance individual de qualquer bola seria exatamente a mesma, mesmo se sabemos que, muito provavelmente, será contemplado um número ímpar no sorteio. Você poderia facilmente apostar no número 2 sem se passar por otário(a).

    Agora vamos transpor o raciocínio para o universo da loteria – é aqui que os ânimos costumam ficar exaltados. Tomemos como exemplo a Mega-Sena: nela, o jogador deve montar sua aposta escolhendo 6 números entre 1 e 60 (é possível montar o seu jogo usando mais de 6 números e pagando mais caro por isso, mas vamos nos limitar à análise do jogo básico de 6 números). Nessas condições, são possíveis 50.063.860 combinações diferentes.

    Não se assuste com o cálculo. Vamos usar um exemplo concreto: a combinação proposta no início deste texto – 9, 12, 25, 27, 49, 55.

    No primeiro sorteio, a chance de cada bola ser sorteada é 1 em 60. Como você tem seis bolas no seu jogo e não importa a ordem em que as bolas saem, somam-se as chances de cada bola, e a sua chance total de acertar um número no primeiro sorteio é de 6 em 60. Uma vez que um de seus seis números tenha sido contemplado, por exemplo o 49, os números restantes serão 9, 12, 25, 27, 55. Haverá uma bola a menos dentro do globo, e a chance de que um segundo número da sua aposta seja contemplado será de 5 (quantidade de números restantes no seu jogo) em 59 (quantidade de números restantes no globo de sorteio). Se você, no segundo sorteio, acerta mais uma bola, a 9 por exemplo, seu jogo agora passará a ser formado pelos números restantes 12, 25, 27, 55. A probabilidade de que acerte um terceiro número será de 4 em 58, e assim sucessivamente.
    Ou seja, sua chance de ganhar na Mega-Sena é de uma em 50.063.860 sorteios.

    O problema é que essa afirmação é verdadeira independentemente de sua aposta ser formada por uma combinação de números aleatórios ou sequenciais. Pois é. E agora você já tem conhecimentos matemáticos suficientes para entender o porquê.

    Considere a combinação de números sequenciais 1, 2, 3, 4, 5, 6. No primeiro sorteio, a chance de cada bola é, individualmente, 1 em 60, e sua chance total de acerto, considerando os 6 números que fazem parte da sua aposta, é de 6 em 60. Uma vez que tenha saído um dos números, digamos o 2, seu jogo agora será formado por 1, 3, 4, 5, 6, e a chance de que você acerte um segundo número será de 5 em 59, e assim sucessivamente. O importante aqui é compreender que a chance individual de cada bola é sempre a mesma – lembre-se do exemplo lá de cima, em que o globo tinha apenas uma bola par em meio a 30 ímpares, e todas tinham a mesma chance de ser sorteada. Não importa se sua aposta da Mega-Sena é formada por uma sequência de números aleatórios ou sequenciais, ela terá sempre a mesma probabilidade de ser contemplada.
    Conclusão: quando você faz uma aposta de números aleatórios, é como se tivesse feito uma aposta de números sequenciais. Jogar 9, 12, 25, 27, 49, 55 ou 1, 2, 3, 4, 5, 6 é, para fins de probabilidade, a mesmíssima coisa. Não sou eu que estou dizendo isso, é a matemática – ciência que tem a irritante mania de ser exata. Na Mega-Sena, existem apenas 55 combinações de números sequenciais (começando em 1, 2, 3, 4, 5, 6 e terminando em 55, 56, 57, 58, 59, 60), e dezenas de milhões de combinações aleatórias. Sabemos que no próximo sorteio da Mega-Sena, MUITO PROVELMENTE o jogo vencedor será formado por uma combinação de números aleatórios; entretanto, lembre-se: a pergunta não é você aposta que será sorteada uma combinação de números sequenciais ou aleatórios?, a pergunta é: você aposta que será sorteada qual combinação específica? As pessoas que apostarem em uma combinação aleatória não terão mais chances de ganhar do que aquelas que escolherem uma combinação de números em sequência – 1, 2, 3, 4, 5, 6."

    Fonte já citada acima.

    Ganhado

    Mensagens : 631
    Data de inscrição : 12/05/2012

    Re: Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por Ganhado em Sex Mar 28, 2014 8:49 am

    Mesma já tendo todas as combinações definidas a ponto de poder estuda-las ainda existem jogos com maiores chances de serem sorteados do que outros.
    Tudo e questão de visão e lógica..
    Já dei um exemplo disso e vou posta mais esse.
    A matemática pode afirma uma coisa, porem na lógica as coisas podem ser diferente.
    Em destaque uma parte do texto acima.

    Conspiration escreveu:
    Não se assuste com o cálculo. Vamos usar um exemplo concreto: a combinação proposta no início deste texto – 9, 12, 25, 27, 49, 55.

    No primeiro sorteio, a chance de cada bola ser sorteada é 1 em 60. Como você tem seis bolas no seu jogo e não importa a ordem em que as bolas saem, somam-se as chances de cada bola, e a sua chance total de acertar um número no primeiro sorteio é de 6 em 60. Uma vez que um de seus seis números tenha sido contemplado, por exemplo o 49, os números restantes serão 9, 12, 25, 27, 55. Haverá uma bola a menos dentro do globo, e a chance de que um segundo número da sua aposta seja contemplado será de 5 (quantidade de números restantes no seu jogo) em 59 (quantidade de números restantes no globo de sorteio). Se você, no segundo sorteio, acerta mais uma bola, a 9 por exemplo, seu jogo agora passará a ser formado pelos números restantes 12, 25, 27, 55. A probabilidade de que acerte um terceiro número será de 4 em 58, e assim sucessivamente.
    Ou seja, sua chance de ganhar na Mega-Sena é de uma em 50.063.860 sorteios.

    O problema é que essa afirmação é verdadeira independentemente de sua aposta ser formada por uma combinação de números aleatórios ou sequenciais. Pois é. E agora você já tem conhecimentos matemáticos suficientes para entender o porquê.


    Então ai vai uma pergunta, SE FOSSE PARA VC ESCOLHER APENAS 1 BOLINHA ENTRE AS 6 BOLAS ( 9, 12, 25, 27, 49, 55.
    Onde será sorteada somente 1 bola, QUAL BOLA VC ESCOLHERIA ?
    1- A bola de número 12 sendo ela a única bola par.
    2- Uma bola de número ímpar já que contém 5 delas.
    ???????????????????????????????

    A matemática diz que as chances de cada bola ser sorteadas são as mesmas, certo !
    Porem na lógica as chances de sai uma bola de número Ímpar e bem maiores que a bola par, pois existe 5 bolas Ímpares x 1 bola par.
    Mesmo sabendo disso vc ariscaria na bola par ?????

    Sei que vc vai responde que as chances são as mesmas, porem isso e questão de visão de lógica sua.

    Guilhermegsp

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 27/03/2014

    Re: Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por Guilhermegsp em Sex Mar 28, 2014 3:40 pm

    Certamente eu apostaria nas bolas ímpares.... matematicamente a chance de sair qualquer uma pra mim seria válida se fosse pra escolher um número e não pares e ímpares, é nítido que a chance de sair uma bola ímpar é mto maior que a par, ela pode até sair, mas aposto que na maioria das vezes irá sair uma ímpar.


    tecsamp

    Mensagens : 41
    Data de inscrição : 23/03/2013

    Re: Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por tecsamp em Sab Mar 29, 2014 11:32 pm

    Guilhermegsp escreveu:Certamente eu apostaria nas bolas ímpares.... matematicamente a chance de sair qualquer uma pra mim seria válida se fosse pra escolher um número e não pares e ímpares, é nítido que a chance de sair uma bola ímpar é mto maior que a par, ela pode até sair, mas aposto que na maioria das vezes irá sair uma ímpar.


    Falou tudo, parceiro. Dois eventos totalmente diferentes: ou escolhe um número ou escolhe se o número será ímpar ou par. Para acertar o número qualquer bola têm a mesma chance matemática, para acertar "par" ou "ímpar" as ímpares têm mais chances matemáticas.


    Última edição por tecsamp em Ter Abr 01, 2014 6:26 pm, editado 2 vez(es)

    tecsamp

    Mensagens : 41
    Data de inscrição : 23/03/2013

    Re: Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por tecsamp em Sab Mar 29, 2014 11:47 pm

    Conspiration escreveu:Então, se todos as combinações já estão defenidas, temos que admitir que qualquer combinação é possível de sair, como as comentadas do 1 ao 15, e do 11 ao 25.
    Aqui vale referenciar  o texto do Marco Merlin: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    " De fato, é muito provável que o sorteio da loteria contemple uma combinação de números aleatórios, MAS, ao apostar em uma linda e caótica combinação de números aleatórios, sua chance de se tornar um milionário não será nem um pouco maior do que a de quem resolve apostar na petulante combinação de números em sequência.

    Nesse momento, tochas são acendidas e gritos de ordem ecoam na praça: “Heresia! Blasfêmia matemática! Todo mundo sabe que é muito mais provável ganhar com uma combinação de números aleatórios!”

    Não é?

    Não, não é. Desculpe. Se você tivesse jogado 1, 2, 3, 4, 5, 6 a sua vida inteira, teria tido a mesma chance de ganhar.

    Como assim? Vamos lá.

    Imagine um globo daqueles de bingo onde caibam 60 bolas, como na imagem abaixo. Qual é a chance de que seja sorteada qualquer uma das 60 bolas? Uma chance em sessenta, ou 1 em 60. Se você apostar sempre no número 36, por exemplo, será o vencedor a cada mais ou menos 60 sorteios.

    bingo1

    Agora imagine que nós retiremos de dentro do globo todos os números pares, com exceção do 2, formando uma situação como a da imagem abaixo. Teremos, então, 31 bolas dentro do globo de bingo: todos os 30 números ímpares de 1 a 59, mais o número 2 como único representante dos pares. Qual é a chance de ser sorteada qualquer uma das bolas do globo? Uma chance em 31, qualquer que seja a bola.

    bingo2

    Eu então pergunto: escolha um número nesse globo para apostar seu dinheiro – lembre-se que tiramos todas as bolas pares, com exceção da 2. Qual número você escolheria?

    Nessa hora, o raciocínio típico é o seguinte: há 30 bolas ímpares dentro do globo, e apenas uma par. A chance de sair um número ímpar é de 30 em 31, mas a chance de sair um número par (o número 2) é de apenas 1 em 31. Por isso, tenho mais chances de ganhar se escolher um número ímpar. Certo?

    Não, errado. Sua chance de ganhar escolhendo um número ímpar é exatamente a mesma de ganhar escolhendo o pobre e solitário número 2.

    Perceba que se a pergunta fosse: você aposta que será sorteado um número ímpar ou par?, então você faria muito bem em apostar que será sorteado um número ímpar, qualquer que fosse ele. Afinal, a chance de que saia do globo uma bola ímpar é de 30 em 31, e apenas uma chance em 31 de que saia uma bola par. Mas a pergunta é diferente: você aposta que será sorteado qual número? Estamos falando de apenas um número, independentemente dele ser par ou ímpar. Se você escolhe uma bola ímpar, por exemplo a 43, ela é apenas uma entre as outras 31 bolas, exatamente a mesma situação da bola de número 2. O mesmo raciocínio vale para quaisquer das outras bolas ímpares. A chance para cada uma delas de ser sorteada é, individualmente, a mesma: 1 em 31 – mesmo que elas estejam dentro do grupo que tem mais chances de ser sorteado, ou seja, o grupo dos números ímpares.

    Simples, não? Não importaria se esse globo de bingo tivesse 1.000 números ímpares e apenas um par: estatisticamente, a chance individual de qualquer bola seria exatamente a mesma, mesmo se sabemos que, muito provavelmente, será contemplado um número ímpar no sorteio. Você poderia facilmente apostar no número 2 sem se passar por otário(a).

    Agora vamos transpor o raciocínio para o universo da loteria – é aqui que os ânimos costumam ficar exaltados. Tomemos como exemplo a Mega-Sena: nela, o jogador deve montar sua aposta escolhendo 6 números entre 1 e 60 (é possível montar o seu jogo usando mais de 6 números e pagando mais caro por isso, mas vamos nos limitar à análise do jogo básico de 6 números). Nessas condições, são possíveis 50.063.860 combinações diferentes.

    Não se assuste com o cálculo. Vamos usar um exemplo concreto: a combinação proposta no início deste texto – 9, 12, 25, 27, 49, 55.

    No primeiro sorteio, a chance de cada bola ser sorteada é 1 em 60. Como você tem seis bolas no seu jogo e não importa a ordem em que as bolas saem, somam-se as chances de cada bola, e a sua chance total de acertar um número no primeiro sorteio é de 6 em 60. Uma vez que um de seus seis números tenha sido contemplado, por exemplo o 49, os números restantes serão 9, 12, 25, 27, 55. Haverá uma bola a menos dentro do globo, e a chance de que um segundo número da sua aposta seja contemplado será de 5 (quantidade de números restantes no seu jogo) em 59 (quantidade de números restantes no globo de sorteio). Se você, no segundo sorteio, acerta mais uma bola, a 9 por exemplo, seu jogo agora passará a ser formado pelos números restantes 12, 25, 27, 55. A probabilidade de que acerte um terceiro número será de 4 em 58, e assim sucessivamente.
    Ou seja, sua chance de ganhar na Mega-Sena é de uma em 50.063.860 sorteios.

    O problema é que essa afirmação é verdadeira independentemente de sua aposta ser formada por uma combinação de números aleatórios ou sequenciais. Pois é. E agora você já tem conhecimentos matemáticos suficientes para entender o porquê.

    Considere a combinação de números sequenciais 1, 2, 3, 4, 5, 6. No primeiro sorteio, a chance de cada bola é, individualmente, 1 em 60, e sua chance total de acerto, considerando os 6 números que fazem parte da sua aposta, é de 6 em 60. Uma vez que tenha saído um dos números, digamos o 2, seu jogo agora será formado por 1, 3, 4, 5, 6, e a chance de que você acerte um segundo número será de 5 em 59, e assim sucessivamente. O importante aqui é compreender que a chance individual de cada bola é sempre a mesma – lembre-se do exemplo lá de cima, em que o globo tinha apenas uma bola par em meio a 30 ímpares, e todas tinham a mesma chance de ser sorteada. Não importa se sua aposta da Mega-Sena é formada por uma sequência de números aleatórios ou sequenciais, ela terá sempre a mesma probabilidade de ser contemplada.
    Conclusão: quando você faz uma aposta de números aleatórios, é como se tivesse feito uma aposta de números sequenciais. Jogar 9, 12, 25, 27, 49, 55 ou 1, 2, 3, 4, 5, 6 é, para fins de probabilidade, a mesmíssima coisa. Não sou eu que estou dizendo isso, é a matemática – ciência que tem a irritante mania de ser exata. Na Mega-Sena, existem apenas 55 combinações de números sequenciais (começando em 1, 2, 3, 4, 5, 6 e terminando em 55, 56, 57, 58, 59, 60), e dezenas de milhões de combinações aleatórias. Sabemos que no próximo sorteio da Mega-Sena, MUITO PROVELMENTE o jogo vencedor será formado por uma combinação de números aleatórios; entretanto, lembre-se: a pergunta não é você aposta que será sorteada uma combinação de números sequenciais ou aleatórios?, a pergunta é: você aposta que será sorteada qual combinação específica? As pessoas que apostarem em uma combinação aleatória não terão mais chances de ganhar do que aquelas que escolherem uma combinação de números em sequência – 1, 2, 3, 4, 5, 6."

    Fonte já citada acima.

    Cara, parabéns. Brilhante e espetacular esse texto de pura lógica matemática. Eu também já tentei passar pra alguns essa verdade matemática, mas acabei desistindo. É dar murros em ponta de faca. Só não entende e aceita o que você escreveu quem não quer.

    Ganhado

    Mensagens : 631
    Data de inscrição : 12/05/2012

    Re: Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por Ganhado em Dom Mar 30, 2014 3:24 am

    Falta Raciocínio Lógico de vcs... lol! lol! lol! lol! lol! 

    Conteúdo patrocinado

    Re: Que aprofunda mais sobre os padrões possíveis na Lotofácil ? estude o futuro !

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:33 am


      Data/hora atual: Seg Dez 05, 2016 9:33 am